quinta-feira, 19 de maio de 2011

Inequação

Sou variável
Duas vezes mais quando você
me toca
Cinco vezes mais
louca e
Selvagem
Me deixo estar
Mil vezes mais quando você
Me ama
Me amassa
Amálgama de nós
Monogâmicos
Monossêmicos
Uma vez basta
Para me fazer (cinco) sentido(s)
Ou uma em um milhão
E me desfaço, múltipla,
Maior ou igual a nós
Incógnita em suas fantasias
E devaneios calculistas
Te faço perder a conta
Se um beijo eu subtraio
E já conheço seus sinais
Sem menos, nem mais
Somos nós quando brigamos
Tão diferentes e iguais
Uma conta complicada
Você vem, tão radical
Cheio de pis e teoremas
Tentando acertar as contas
E resolver os problemas
E venho, toda senoidal,
Curvilínea, espacial,
Contornando a situação
No conjunto-solução
Resolvendo as diferenças,
Ficamos do mesmo lado:
Maior ou igual a nós,
Somos um, maiores ou iguais a dois

Um comentário:

Laryssa disse...

Bons trocadilhos.